Rádios RBV

Menu

Alunos do Senai Caçador visitam Feira Internacional

A comitiva teve a participação de colaboradores de empresas e alunos do Curso Técnico em Processamento da Madeira

Fonte:
Ascom Fiesc

Alunos das turmas do Curso técnico em Processamento da Madeira, além de professores do Senai de Caçador e laboratoristas estiveram em Bento Gonçalves-RS, onde visitaram a Feira Internacional de Fornecedores da Cadeia Produtiva de Madeira e Móveis (Fimma Brasil) e o Instituto SENAI de Tecnologia em Madeira e Mobiliário, referência para a cadeia produtiva de madeira e móveis no Rio Grande do Sul.

Participaram das visitas colaboradores das empresas Frameport, Móveis Rotta, Laminados AB, Artepinus e Sincol. A viagem técnica foi organizada pela Regional Centro-Norte da FIESC, por meio do SENAI e validado pelo Sindicato da Madeira (SIMCA).

O supervisor dos cursos técnicos do Senai, Everton Lucas Gomes, explica que foi mais uma ação do Tratado para Excelência da Indústria Madeireira (TEM) para incentivar a qualificação no setor e fortalecer a indústria de base florestal.

- Publicidade -

Os professores que foram na visita: Alexandre Fendt, Gilberto Alves da Cruz, Clodoaldo Galvão de Jesus, Ivonaldo Fermino dos Santos, Marcos Antonio Almeida, Daniela Hoffman e Jaime Paupitz. E os laboratoristas: Ramon Ganz Ribeiro e Antônio Cassiano de Oliveira.

O professor Alexandre Fendt, relatou que na visita no Instituto SENAI de Tecnologia em Madeira e Mobiliário, os alunos tiveram a oportunidade de visualizar na prática, os ensaios laboratoriais com base nas normas técnicas já vistas em sala.

Na Feira Internacional de Fornecedores da Cadeia Produtiva de Madeira e Móveis, dois pontos chamaram a atenção dos visitantes: O retorno dos móveis rústicos (Vintage) e os puxadores estilo envelhecido. Outra questão foi relacionada aos adesivos e tintas. “As empresas apresentaram a preocupação com a rápida cura e agilidade no processo. É notória a tendência de pintura por impressão onde um rolo texturizado imita as características da madeira, inclusive relevos e assim elimina a necessidade de lâminas naturais”, comenta o professor Ivonaldo Fermino dos Santos.

Os visitantes também viram na feira que as máquinas buscavam o melhor aproveitamento, seja ele de insumos ou de matéria prima, com um toque de indústria 4.0.

Participe do grupo no Whatsapp do Portal RBV e receba as principais notícias da nossa região.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Últimas Notícias

Previsão do Tempo: Santa Catarina começa a ter queda nas temperaturas

A previsão do tempo para Santa Catarina nesta terça-feira...

Polo UAB Videira oferta cursos de graduação gratuitos

Encerra nesta terça-feira, 14 de maio, o prazo para...

Futsal Videira Unimed tem rodada dupla emocionante

Com vitória do time feminino e empate do masculino...

IFC traz palestra sobre expedição à maior cachoeira do Brasil

IFC traz palestra sobre expedição à maior cachoeira do...

Caçador retoma campanha de arrecadação de donativos para o RS

Até agora o município de Caçador já enviou 10...

Mais Lidas da semana

Homem morre com tiro no peito em Iomerê

Homem morre com tiro no peito em Iomerê neste...

Motorista é arremessado do carro durante capotamento

O Corpo de Bombeiro Militar de Salto Veloso foi...

Dois mortos e um ferido grave em acidente na BR-282

Dois mortos e um ferido grave em acidente na...

Carro com placas de Caçador se envolve em acidente fatal

Carro com placas de Caçador se envolve em acidente...

Homem é preso por roubo, sequestro e cárcere privado em Tangará

Um homem foi preso nesta terça-feira, 7, por roubo,...

Outros Tópicos Interessantes