Abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes é tema de videoconferência

A videoconferência é uma das atividades realizadas na programação da semana do dia 12 de junho, dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

O abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes em Santa Catarina foram temas de um debate realizado pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), por meio da Coordenação Estadual do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (AEPETI).

A discussão feita por meio de uma videoconferência transmitida pelas regionais da Defesa Civil para 29 municípios cofinanciados foi iniciada com questionamento do tema da campanha “Quem você vê?”. No público alvo, técnicos do AEPETI, CREAS, CRAS, Serviço de Fortalecimento de Vínculos (SCFV), Conselho Tutelar, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA), Saúde, Educação.

Ausência de dados sobre o tema, fluxo de notificações, atuação dos técnicos no acolhimento para o relato qualificado, e a importância da atuação dos profissionais como instrumento de identificação e combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes foram alguns dos assuntos abordados, conforme a Coordenadora Estadual das Ações Estratégias do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Magaly Vitorino.

Ela destaca a dificuldade de identificação de casos, como um dos focos da campanha “Quem você vê?”, que busca mobilizar e informar a sociedade sobre a violação de direitos que ainda vitima dezenas de crianças e adolescentes em nosso estado. “A identificação do ato de violência e o registro são de extrema importância para que possa ser feito o trabalho de combate”, explica Magaly.

A videoconferência é uma das atividades realizadas na programação da semana do dia 12 de junho, dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil.

Fonte: Assessoria de Comunicação
Foto: Assessoria de Comunicação
Comentários
Carregando...