Cartão Escolar Municipal: Resolução rápida de problemas do cotidiano das escolas

O CEM é um instrumento de pagamento emitido em nome da escola, operacionalizado e utilizado exclusivamente pela direção e veio de forma facilitadora para que fosse possível realizar pequenos reparos e melhorias em problemas diários

A Prefeitura de Caçador implantou, em 2019, o Cartão Escolar Municipal (CEM), para todas as unidades da rede municipal. O CEM é um instrumento de pagamento emitido em nome da escola, operacionalizado e utilizado exclusivamente pela direção e veio de forma facilitadora para que fosse possível realizar pequenos reparos e melhorias em problemas diários.
O valor de cada cartão varia de acordo com o número de alunos matriculados em cada escola, na ordem de R$ 5,69 por aluno. O crédito do cartão é realizado mensalmente e é acumulativo.
E os exemplos de reparos, consertos e pequenas reformas realizados com o cartão CEM são muitos.
“A vinda desse cartão nos dá autonomia para contratação de serviços emergenciais e pronto pagamento. Foram feitos alguns pequenos serviços como: troca de fechadura, limpeza nas calhas, reparos hidráulicos, conserto de equipamentos eletrônicos, alguns equipamentos e a parte de jardinagem como flores e folhagens”, relatou a diretora da escola Walsin Nunes Garcia, Fabiana Mosqueta.
“O maior benefício é na agilidade nos serviços, conseguimos fazer com mais rapidez, e manter a estrutura escolar com qualidade. Conseguimos fazer diversos reparos na estrutura física. É de fundamental importância para a manutenção e bom funcionamento da escola, refletindo de forma positiva diretamente na parte pedagógica”, completou a diretora Fabiane Constantini, da Maria Luiza Barbosa.

Os alunos também notaram a diferença:

“Desde que estudo aqui, vi bastante evolução, a limpeza das calhas ajudou a não formar cascatas de água em frente nossa sala”, disse a pequena Nayara Raiane de Bastos, aluna da escola Walsin.
“Percebi que fizeram rampas de acesso nas salas”, comemorou o aluno Bryan Zuk, da Maria Luiza Barbosa.
“Fizeram bancos novos perto das salas para nós sentar”, lembrou Mariane Vitória Aparecida Bento, também aluna da Maria Luiza.
“Ao disponibilizar o Cartão Municipal Escolar (CEM), a Prefeitura, através da Secretaria de Educação, viabiliza às unidades escolares autonomia e agilidade nos pequenos reparos, proporcionando um ambiente mais agradável aos alunos e servidores”, finalizou a secretária Josete Estrowispy.

 

Outras obras

Além das pequenas reformas, que são realizadas com o cartão CEM, a Prefeitura realizou obras completas na parte elétrica, hidráulica e telhado, bem como a pintura em diversas escolas.
Foram instaladas também câmeras de videomonitoramento em todas as escolas municipais e as imagens são enviadas para uma Central de Monitoramento junto da Polícia Militar, dando mais segurança para os pais, alunos e professores. Rampas de acessibilidade estão sendo implantadas também, facilitando o acesso dos alunos com problemas de mobilidade.
Além disso, em várias escolas está sendo realizada a ampliação das salas de aula, através de um novo método construtivo, rápido, seguro e confortável.
Até agora, a Prefeitura já realizou melhorias nas escolas Alto Bonito, Castelhano, Irmão Venâncio, Morada do Sol, Ulysses Guimarães, Vereda dos Trevos, Rodolfo Nickel, Walsin Nunes Garcia, Henrique Julio Berger e Tabajara.
Além destas obras, várias outras estão sendo realizadas em todas as escolas, como a construção de passeios, revisão da parte elétrica, pintura, construção de muros e troca das calhas.
“Estamos investindo expressivamente na educação das nossas crianças. Assim, proporcionamos mais qualidade de vida para todos os caçadorenses”, finalizou o prefeito Saulo.
Em breve, as quadras de todas as escolas serão fechadas, proporcionando mais segurança e conforto para os alunos praticarem esportes. Na escola Esperança, no Martello, as obras foram retomadas e devem ser entregues em 2020.
“É visível a melhoria da escola, antes chovia dentro da direção, agora o telhado foi trocado, as salas foram pintadas, é bem visível para a comunidade, a construção do passeio em volta da escola, a cobertura da entrada com toldo. Eu acompanho a escola desde que construíram e as melhoria vem aparecendo cada vez mais”, disse Neide Felipe dos Santos, mãe de aluno do Walsin.
“Percebi que agora temos câmeras pela escola, nos sentimos mais seguros e nossos pais também”, disse a aluna da escola Maria Luiza Barbosa, Isabele de Oliveira Maia de Lima.
Fonte: Assessoria de Comunicação
Foto: Assessoria de Comunicação
Comentários
Carregando...