Escolas recebem orientações sobre Eleição Mirim

A orientação é que cada unidade escolar crie uma comissão eleitoral. E encaminhe até o dia 6 de setembro, a lista dos alunos votantes, e o cadastro dos candidatos aos cargos de vereador e prefeito mirim, até o dia 13 de setembro

O Poder Legislativo através do Programa Câmara e Prefeitura Mirim de Caçador iniciam os preparativos para a eleição de prefeito e vereadores mirins, no dia 8 de outubro. O tema foi abordado nessa sexta-feira (9), no Plenário Joaquim Scolaro junto aos professores e coordenadores das escolas da rede pública e particular de ensino. Além das orientações sobre o processo da eleição informatizada, foi apresentado relatório de atividades realizadas em 2018/2019 e as ações a serem desenvolvidas até o final do programa.

A orientação é que cada unidade escolar crie uma comissão eleitoral. E encaminhe até o dia 6 de setembro, a lista dos alunos votantes, e o cadastro dos candidatos aos cargos de vereador e prefeito mirim, até o dia 13 de setembro. “Como a eleição será informatizada nesse ano, precisamos encaminhar ao Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, para isso, solicitamos aos representantes das escolas a entrega desse material dentro do prazo, via e-mail [email protected]”, informa a coordenadora do Programa Câmara e Prefeitura Mirim de Caçador, Nilse de Fatima do Nascimento.

 

Participação efetiva do jovem na política

A participação efetiva na política oferece reais mudanças à sociedade como um todo, principalmente ao jovem que até então apenas observava os acontecimentos, impulsionado a assumir a sua verdadeira condição: de sujeito da história. Conscientes da importância dessa transformação, o Poder Legislativo Municipal oportuniza ao estudante de Caçador, o Programa Câmara e Prefeitura Mirim. Escola essa, capaz de facilitar esse processo de tornar o jovem, cidadão crítico e atuante na melhoria da comunidade onde está inserido.

“A gente percebe muito o amadurecimento dos alunos que participam do programa, que começam a ter mais responsabilidade. Eles mudam muito, melhoram bastante devido essa vivência, passam a ter mais inciativa e ajudar na própria escola”, analisa a professora da Escola Nayá Gonzaga, Naricléia Faustino.

“Não basta dizermos aos nossos alunos que eles são cidadãos e devem exercer a sua cidadania. O Programa Câmara e Prefeitura Mirim nos ajuda nisso, oportunizando ao jovem a fazer parte do processo, e se ver enquanto cidadão, o que faz com que eles inclusive repassem isso na escola e à própria comunidade. Além de auxiliar aos educadores a perceber que a educação não deve ser limitada ao conteúdo repassado em sala de aula, para que o aluno possa refletir isso ao potencializar as suas habilidades e o seu conhecimento”, comenta Marcele Guzella, da Supervisão Regional da Educação de Caçador

Para Beatriz Pereira, coordenadora do Ensino Fundamental dos anos finais na Secretaria Muncipal de Educação a participação dos educadores no processo educacional auxilia muito a formação dos estudantes. “Percebemos o crescimento pessoal dos nossos jovens, que ao chegar no Programa se deparam com uma realidade, muitas vezes sem saber que podem ir além, e através das palestras e da vivência no programa eles se tornam cidadãos melhores”, enfatiza.

Fonte: Assessoria de Comunicação
Foto: Assessoria de Comunicação
Comentários
Carregando...