Especialistas falam sobre doenças de inverno e a prevenção

Em Caçador, a expectativa é imunizar cerca de 14 mil pessoas contra a gripe

Com o início do outono, gradativamente as altas temperaturas do verão brasileiro vão deixando de fazer parte da rotina e abrem espaço para dias mais amenos do inverno, que se inicia em junho. Porém, essa estação de transição apresenta oscilações de temperatura que prejudica a saúde, principalmente quando se fala das doenças envolvendo a respiração e a garganta.

O médico otorrino, Luiz Fernando Garcia Jerônimo, explica os cuidados para evitar casos de gripes e resfriados.

Luiz Fernando Garcia Jerônimo acrescenta informações sobre os sintomas mais comuns das doenças de inverno, e frisa a importância de procurar um médico.

Como já está sendo amplamente divulgado, começou hoje a campanha de vacinação contra a gripe. Em Caçador, a expectativa é imunizar cerca de 14 mil pessoas. O secretário municipal de saúde, Ademar Schimitz, mobiliza a população que compõe os grupos prioritários para que procurem as salas de vacina.

A Rádio caçanjurê procurou também a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Paula Brustolin Xavier, que fala sobre a chamada etiqueta da tosse e outros cuidados com relação à gripe.

O clima

Nesta quarta-feira (10), o amanhecer foi mais frio em algumas cidades de Santa Catarina. Nenhuma temperatura abaixo de zero, mas 20 cidades registraram temperaturas menores que 10°C durante a madrugada e a manhã. Curitibanos 5,9 graus. São Joaquim 6,1. Fraiburgo 7,6. Lebon Régis 9,1. Tangará 9,8. Caçador e Água Doce 10 graus.

 

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Foto: Divulgação