Falsos emagrecedores milagrosos podem ser fatais; Em Caçador fiscalização será realizada pelo Procon

A morte de pessoas em Santa Catarina comprovada pela ingestão dos falsos emagrecedores culminou em uma medida do Procon/SC em todo o estado para a retirada de algumas marcas do mercado. O diretor do PROCON de Caçador, Cristiano Zanchi, fala sobre a medida e comenta que Caçador terá uma fiscalização na próxima semana

Em busca do corpo dos sonhos, emagrecer rapidamente e chegar aos ditos “padrões da sociedade”, muitas pessoas colocam a própria vida em risco tomando “remédios naturais” que prometem facilitar o processo. Porém, esses remédios que se caracterizam naturais, muitas vezes contêm substancias que podem levar a morte.

A morte de pessoas em Santa Catarina comprovada pela ingestão dos falsos emagrecedores culminou em uma medida do Procon/SC em todo o estado para a retirada de algumas marcas do mercado. O diretor do PROCON de Caçador, Cristiano Zanchi, fala sobre a medida e comenta que Caçador terá uma fiscalização na próxima semana.

O médico endocrinologista, Fábio Pitanga, fala sobre os riscos para a saúde da ingestão, sem orientação, de remédios para emagrecer.

A nossa reportagem conversou também com a nutricionista Karine Venâncio, que afirma que a única forma de emagrecer é adotando uma reeducação alimentar. Os emagrecedores tem efeito a curto prazo causando o efeito sanfona.

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Foto: Divulgação
Comentários
Carregando...