Grupos antitabagismo ajudam pessoas a parar de fumar

"Não existe o lado glamuroso do cigarro. Na verdade o fumante está se matando aos poucos", diz caçadorense que parou de fumar há um mês

31 de maio é o Dia Mundial Sem Tabaco. A data, criada pela Organização Mundial de Saúde, tem como o objetivo alertar para os riscos à saúde ligados ao fumo. A enfermeira Cintia Carvalho Araújo explica porque o tabagismo é considerado uma doença crônica.

A reportagem da Rádio Caçanjurê também conversou com uma pessoa que recentemente largou o cigarro. Naiana Falcão foi fumante por 18 anos, mas a vontade de parar já vinha de longo tempo. Ela participou de um grupo antitabagismo da secretaria de saúde do município.

Quase um mês sem cigarro, Naiana se sente orgulhosa por ter conseguido largar o vício.

Naiana ainda motiva outras pessoas a também pararem de fumar.

Cíntia finaliza a entrevista informando sobre o programa antitabagismo.

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Foto: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Comentários
Carregando...