Histórico

O primeiro local de funcionamento da emissora foi em uma casa de madeira localizada na esquina da av. Barão do Rio Branco com av. Santa Catarina, com o prefixo ZYZ-7.

Seus fundadores foram Lucas Volpi e Osni Schwartz, isso em 1947. Sua data de fundação, no entanto, foi registrada como 29 de junho de 1948, então com quatro sócios: Lucas Volpi, Osni Schwartz, José Rossi Adami e Manoel Müller.

Em 1948 a emissora foi destruída em um incêndio na casa onde funcionava.Em 1950 passou a funcionar no edifício Gattermann, no Largo Caçanjurê, passando a pertencer a Adelar Gattermann. A partir de então o direito de outorga passou por vários donos. Em 1969 adquiriram definitivamente a emissora: Raul Tomazoni e Elias Colpini. A potência da emissora em 1974 era de 250 watts e passou a operar com 1 quilowatt.

Em 1989, foi adquirida pela Rede Barriga Verde de Comunicações. Por volta de 1991 a emissora foi transferida para prédio próprio, na rua Altamiro Guimarães nº480, centro em Caçador – SC. Hoje a emissora tem 1 quilowatt (1.000 watts) de potência e é sintonizada na frequência 1.110 kilohertz. Seu prefixo atual é ZYJ-743, onde está em processo a expansão de potência .

A Nova Caçanjurê

Nos últimos anos a Rádio Caçanjurê passou por constantes modernizações, uma delas foi à preocupação com a sua imagem, até então a rádio utilizava uma marca padrão onde somente se alterava o nome da rádio, isso era feito para todas as emissoras da RBV.

Em 2006 com a necessidade e preocupação de atualizar a sua imagem, a RBV investiu no Design, redesenhando então a marca da rádio Caçanjurê®, mantendo os princípios gráficos e culturais desta. Passando assim a utilizar uma nova identidade, com uma marca forte e moderna.

Atenta para ao avanço tecnológico os equipamentos foram modernizados e os ambientes redesenhados, tudo isso para realizar um sonho e garantir o bem estar das pessoas que por essa rádio passam e fazem história tornando-a modelo naquela que é genuinamente de Caçador!

Migração AM para FM

No dia 07 de novembro de 2018 a emissora migrou da frequência AM para FM em 107,3. Um mês após a migração o transmissor de sinal em amplitude modulada AM da Rádio Caçanjurê que trabalhou durante 70 anos, na frequência 1.110 foi oficialmente desligado.Com a migração a emissora passa a escrever um novo capítulo, possibilitando uma melhor qualidade de sinal para ouvintes e clientes, mantendo os pilares da sua programação pautada pela missão de alegrar e informar as pessoas com excelência, ética e inovação.

Missão

Alegrar e informar com excelência, ética e inovação.

Visão

Ser reconhecido no Vale do Contestado como rede de comunicação e entretenimento, sendo referência em jornalismo.

Valores

Ética
Competência
Inovação
Credibilidade
Valorização Humana