Participantes do CRAS Norte têm acesso gratuito a academias de Caçador

Através dessa iniciativa, a Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo cedeu uma professora de ginástica para aplicar essas atividades físicas nas oficinas

Desde abril deste ano, uma parceria entre a Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, CRAS Norte e academias da cidade, tem tirado algumas mulheres da rotina de cuidar apenas da casa para passarem a cuidar de si.
No CRAS existe um programa chamado Serviço de Proteção e Atendimento Integral com a Família (PAIF), que visa fortalecer a função protetiva da família, prevenir ruptura de vínculos e fortalecer a família.
O trabalho conta com uma psicóloga e uma assistente social, que fazem o acompanhamento da família em grupo e individual. “Após vários pedidos, principalmente das mulheres, surgiu a ideia destas parcerias. Muitas mulheres que frequentam o programa queriam cuidar mais de si, mas não tinham condições de frequentar uma academia”, destacou o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Enemir Corozzola.
Através dessa iniciativa, a Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo cedeu uma professora de ginástica para aplicar essas atividades físicas nas oficinas. Além das aulas de ginásticas em sala, as atividades são realizadas no Parque Central e, pelo menos uma vez por semana, em uma das academias parceiras, onde as mulheres aprendem a usar os aparelhos, com a orientação de um orientador.
“Fico muito feliz, principalmente quando elas vêm animadas contar que saíram da rotina de ficar em casa e estão cuidando da sua saúde e melhorando a sua autoestima. A atividade física diminui muito os sintomas da depressão, que é uma das maiores lutas atualmente”, explicou a psicóloga do CRAS Norte, Laisa Regina Chaves de Morais.
Além da ginástica, também está sendo desenvolvido um trabalho com lutas, onde as mulheres aprendem o essencial para a prática do esporte, integrando toda parte física e psicológica trabalhada nas oficinas.
“Esse projeto foi uma conquista muito importante, há uma melhora na socialização, autoestima, flexibilidade, condições cardíacas e respiratórias das participantes. É muito gratificante ver a mudança de muitas que estavam estagnadas a cuidar de suas casas e da família e se esquiam de cuidar delas mesmas”, destacou a professora Luciana Baldicera Castilho.
“Gostaríamos de agradecer às academias Impacto e Top Gym por aceitarem ser parceiras e disponibilizarem o espaço, totalmente gratuito, para a prática da atividade. Salientamos ainda que outras academias que desejarem fazer parte deste projeto, serão muito bem-vindas”, finalizou o secretário.
Fonte: Assessoria de Comunicação
Foto: Assessoria de Comunicação
Comentários
Carregando...