Polícia Ambiental deflagra operação Campo Seguro em Caçador

A operação contou com policiais militares de Caçador, Canoinhas, Chapecó e Porto União. Também teve o apoio do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) de Caçador

A Polícia Militar e a Polícia Militar Ambiental deflagraram ontem a Operação Campo Seguro, em Caçador. O trabalho consiste em fiscalizar de maneira ostensiva e repassar orientações sobre a educação ambiental para a comunidade rural. O tenente coronel, Adair Alexandre Pimentel, reforça o objetivo da ação.

“Queremos garantir mais segurança às comunidade do meio rural. Somente em nosso Estado, são 300 mil propriedades, as quais são responsáveis por 30% do nosso PIB. Portanto, queremos que os produtores se sintam seguros, continuem produzindo e tenham qualidade de vida”, comenta.

Com as ações preventivas, espera-se atingir mais de 700 pessoas do meio rural em Caçador, segundo o major Christopher Rudolf Froehner, comandante da 3ª Companhia.

“Tivemos um feedback muito positivo, aumentando a sensação de segurança das populações rurais. Foi uma operação rápida, mas extremamente eficaz. Saímos daqui hoje com essa certeza, de que mostramos que a Polícia Militar está aqui para servir e proteger”, destaca.

A operação contou com policiais militares de Caçador, Canoinhas, Chapecó e Porto União. Também teve o apoio do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) de Caçador.

Segurança será reforçada no interior

Segundo o sargento Osmar José Sonego, de Caçador, a escolha dos locais da operação foi definida com base na incidência de crimes, denúncias, tráfego de veículos e outros fatores. Ele acrescenta que a operação foi um sucesso e que ela terá continuidade.

 

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Foto: Divulgação