PRF aponta que veículo de caçadorense invadiu pista contrária e ocasionou tragédia

O levantamento feito pela Polícia Rodoviária Federal sugere que o Fiat/Siena, com placas de São José dos Pinhais/PR teria ocasionado a tragédia com quatro mortes na manhã desta quarta-feira, dia 22, na BR 153. O acidente aconteceu no quilômetro 13 da rodovia, na região de Água Doce. Todas as vítimas estavam no veículo de passeio.

Conforme apurado pela PRF, o Siena teria invadido a pista contrária de direção, ocasionado a colisão frontal com extrema violência. A batida foi contra um caminhão emplacado no município de Panambi/RS.

Foram identificados no acidente Adinei Garcia, 44 anos, a filha dele, Amanda Letícia Bernardo, 16 anos, O pequeno Rhavi Oliveira, de 8 meses, filho de Amanda, e Ivair Pompeu, 64 anos, amigo da família.

Novas imagens que foram obtidas mostram a dimensão da tragédia. O carro menor ficou completamente destruído e os Bombeiros tiveram muito trabalho para remover os corpos das ferragens. O motorista da carreta não sofreu ferimentos. Ele ainda tentou evitar a tragédia, jogando o veículo para fora da pista, mas não conseguiu desviar o carro.

Adinei Garcia morava no Assentamento Hermínio Gonçalves dos Santos, em Caçador, assim como a filha Amanda. Ele era açougueiro no mercado Beira Rio e pediu folga de dois dias para visitar a filha mais nova que mora com a mãe em Coronel Martins, no Oeste de SC.

Já Ivair Pompeu seria morador de Coronel Martins e pegou carona de volta para visitar familiares em Caçador. Todas as vítimas morreram ainda no local. Os corpos foram recolhidos e encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML).

O velório de três das vítimas, avô, filha e neto, acontece na localidade do Assentamento Hermínio Gonçalves. O sepultamento está previsto para acontecer às 15h30 desta quinta-feira (23).

Fonte: PRF e Jornalismo Rádio Caçanjurê.