Segurança que matou jovem em posto de combustível segue preso

Delegado que assumiu o inquérito entende que ele não agiu em legítima defesa

Após dez dias de investigação, a Polícia Civil, coordenada pelo delegado Adriano Delfino Moreira, chegou ao fim da investigação submetendo o processo ao poder judiciário. O Ministério Público deve apresentar a denuncia de homicídio contra o segurança do posto

A Delegacia de Polícia de Caçador concluiu ontem as investigações sobre o caso do homicídio no Posto Dudo, ocorrido na madrugada de 17 de novembro, quando o jovem Ronaldo Rodrigues, de 24 anos, foi morto. O caso gerou grande repercussão e segundo as primeiras informações, um grupo de jovens chegou ao local e começou uma discussão com outros jovens que se encontravam no Posto. As primeiras informações davam conta de que o segurança teria ido apaziguar a briga, quando, para se defender, desferiu um golpe letal de faca no abdômen de Ronaldo. A primeira linha de investigação era no sentido de que o segurança teria agido em legitima defesa.

Porém, após dez dias de investigação, a Polícia Civil, coordenada pelo delegado Adriano Delfino Moreira, chegou ao fim da investigação submetendo o processo ao poder judiciário. O Ministério Público deve apresentar a denuncia de homicídio contra o segurança do posto.

As imagens

Segundo as informações que a nossa reportagem apurou junto a delegacia, as imagens das câmeras de segurança do Posto desvendaram o ocorrido. A nossa reportagem teve acesso as imagens porém não foi possível divulgá-las, pois o processo segue em sigilo. Em uma das câmeras é possível ver Ronaldo segurando um pacote, onde possivelmente havia um lanche, em frente ao caixa. Na outra câmera de segurança Ronaldo aparece em pé, ao lado do microondas da loja de conveniência do posto. Ao lado de Ronaldo, uma discussão começa, e o segurança entra tentando apaziguar. Até o momento, Ronaldo não estava envolvido no caso. O segurança se dirige até Ronaldo, eles trocam algumas palavras e o segurança desfere uma bofetada sobre Ronaldo, que tenta se defender. Ambos trocam mais algumas palavras, e novamente o segurança desfere outra bofetada sobre Ronaldo, que dá alguns passos para trás mas mesmo assim é atingido pela facada desferida pelo segurança. As imagens mostram como o conflito aconteceu.

No mesmo momento em que o segurança e Ronaldo estão em conflito dentro da loja de conveniência do posto, do lado de fora, as câmeras flagram uma segunda briga entre jovens. O outro segurança tenta apaziguar a situação, mas é agredido. E então, o autor da facada, corre para fora do posto e desfere outro golpe em um segundo jovem. Neste, porém, em menor profundidade, e em legítima defesa.

Ainda segundo as informações da Polícia Civil, o segurança não era credenciado junto a Polícia Federal. Com isso, a Polícia Federal também foi informada sobre a situação. Por tempo indeterminado, o Posto Dudo suspendeu as atividades das 23h às 7h.

O segurança segue preso preventivamente desde o dia em que os fatos ocorreram.

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Foto: Divulgação
Comentários
Carregando...