Rádios RBV

Menu

Cachorro jogado de ponte é colocado para adoção

Crime foi cometido pela própria dona do animal, que acabou sendo denunciada pelo Ministério Público de SC

Fonte:
Portal RBV

O cachorro jogado de uma ponte de aproximadamente 12 metros pela própria tutora em Joinville, no Norte de Santa Catarina, foi colocado para adoção um mês após o crime.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA NOTÍCIAS

O animal teve escoriações na pele, mas passou por tratamento no Centro de Bem Estar Animal e está pronto para encontrar um novo lar. O caso ocorreu em 8 de março no bairro Pirabeiraba e foi flagrado por uma câmera de segurança.

- Publicidade -

O cão, chamado pela família de origem de Jorge, foi castrado e microchipado após o resgate, feito pela própria Polícia Civil, que investigou o caso.

Segundo o secretário de Meio Ambiente da Prefeitura de Joinville, Fábio Jovita, os interessados em adotar o cão serão entrevistados, porque o município preza pela adoção responsável.

Veja também

SC registra 82 desalojados e 11 desabrigados devido as chuvas

Filho é condenado a 60 anos por enterrar casal com trator

Governo prevê salário mínimo de R$ 1.502 para 2025

“É um animal muito dócil, brincalhão e está doido para encontrar uma família. Ele é um cachorro muito legal”, destacou.

O crime

O crime foi flagrado por uma câmera de segurança. Na imagem, uma mulher aparece com dois filhos e o cachorro em uma ponte.

Em seguida, ela empurra o animal por um buraco na cerca até ele cair da ponte para a água. Depois, ela ainda olha para baixo para ver se o cão realmente tinha caído.

Por sorte, o cão sobreviveu à queda. O animal ainda voltou sozinho até a casa da antiga dona, mas foi resgatado logo após o caso chegar ao conhecimento da Polícia Civil.

Mulher indiciada pelo MP

Na sexta-feira, 12, a mulher foi denunciada pelo Ministério Público de Santa Catarina por maus-tratos e corrupção de menores.

Na ação, a promotoria pediu que seja definido um valor mínimo de R$ 5 mil, como forma de reparação dos danos animais e morais pelo sofrimento causado ao cão, bem como a repercussão negativa resultante da ação cruel e a corrupção de duas crianças.

Em depoimento à Polícia Civil de Joinville, a ex-tutora disse que “sabe que cometeu um erro e está arrependida”, relatou a delegada Tânia Harada. Além disso, “mencionou ainda alguns problemas de ordem pessoal, pelos quais estaria passando”.

Portal RBV nas redes sociais

YouTube

Facebook

Instagram

TikTok

Participe do grupo no Whatsapp do Portal RBV e receba as principais notícias da nossa região.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Últimas Notícias

Previsão do Tempo: Santa Catarina terá predomínio do sol

A previsão do tempo para Santa Catarina nesta quarta-feira...

Caçador poderá ter novamente voos comerciais

O governador Jorginho Mello realizou uma reunião estratégica com...

Bombeiros atendem princípio de incêndio em residência

No início da tarde desta terça-feira (21), os Bombeiros...

PRF encontra toneladas de maconha em fundo falso de carreta com donativos

Na manhã desta terça-feira (21), na BR-101 em Palhoça/SC,...

CODEVI celebra 5 anos com entrega do Plano Videira 2044

CODEVI celebra 5 Anos com entrega do Plano Videira...

Mais Lidas da semana

Motorista é arremessado do carro durante capotamento

O Corpo de Bombeiro Militar de Salto Veloso foi...

Carro capota no interior de Rio das Antas

Os Bombeiros Militares de Rio das Antas atenderam na...

Incêndio atinge casa em Videira

Um incêndio atingiu casa em Videira, na segunda-feira (13),...

Produto químico causa transtornos em escola de Caçador

Um incidente com produto químico causou transtornos na Escola...

Polícia prende homem foragido da justiça em Videira

Polícia prendeu homem foragido da justiça em Videira na...

Outros Tópicos Interessantes