Em um mês, Polícia Civil atende mais de mil mulheres vítimas de violência em SC

"Operação Resguardo" ocorreu em todo Brasil, em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Durante a segunda edição da “Operação Resguardo”, realizada nos últimos 30 dias, a Polícia Civil de Santa Catarina cumpriu 44 mandados judiciais, prendeu 97 pessoas e atendeu 1.087 mulheres vítimas de violência.

As polícias civis atuaram de forma conjunta, na busca de suspeitos de ameaças, tentativas de feminicídio, lesão corporal, descumprimentos de medidas protetivas, estupro, importunação, entre outros crimes relacionados a mulher.

A segunda edição da operação encerrou nesta terça-feira, dia 8. No total, 253 policiais estiveram envolvidos nas ações em Santa Catarina. Além das prisões, 533 medidas protetivas foram solicitadas.

A ação aconteceu em todos os estados e foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas.

A operação contou com a parceria do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), responsável pelos canais de denúncias de violências, como o disque 180 e o Ligue 100.

A primeira edição da Operação Resguardo, realizada de janeiro a março de 2021, apurou 51.551 denúncias. Quase 190 mil vítimas foram atendidas e mais de 10 mil pessoas foram presas.

Denúncias

As denúncias de violência contra a mulher podem ser feitas por meio do Ligue 180 e de canais locais, de forma anônima. Qualquer pessoa pode acionar o serviço, que funciona diariamente, 24 horas.

O serviço cadastra e encaminha os casos aos órgãos competentes. Além disso, as delegacias estaduais também receberão denúncias presenciais.

Foto: Policia Civil

Fonte: Policia Civil/SC

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias