Rádios RBV

Menu

Exército de SC constrói ponte flutuante no RS

A construção da passadeira, ou ponte flutuante, iniciou na noite fria da última terça-feira (14) e foi finalizada em menos de 24 horas

Fonte:
NSC Total

O Exército de SC constrói ponte flutuante no RS beneficiando cerca de 5 mil pessoas diariamente com a construção. Os militares do 5º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado, de Porto União, construíram nesta semana uma ponte flutuante para ligar as cidades de Lajeado e Arroio do Meio, atingidas pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA NOTÍCIAS

A construção da passadeira, ou ponte flutuante, iniciou na noite fria da última terça-feira (14) e foi finalizada em menos de 24 horas.  Ela substitui as duas pontes que ligavam os municípios e que foram destruídas pelas chuvas que atingiram o estado gaúcho. Com isso, as comunidades vizinhas só podiam ser conectadas por meio de barco.

- Publicidade -

“Hoje nos facilitou fazendo a passarela pra nós fazermos a travessia. Antes disso, umas duas horas e agora foi rapidinho”, relatou um morador em vídeo postado pelo 5º Batalhão.

O equipamento possibilitou o restabelecimento do fluxo contínuo de pedestres entre os municípios e registrou a passagem de 20 pessoas por minuto.

Para transitar no local, todos devem colocar coletes salva-vidas e, no fim da travessia, os pedestres ainda recebem apoio dos militares, já que o solo ainda está encharcado e com a presença de muito barro. As imagens da estrutura móvel foram reproduzidas em jornais em todo país.

Veja também

Municípios gaúchos terão “cidades provisórias” para desabrigados

Imagens mostram destruição após recuo da água no RS

“Conseguimos passar tranquilo com a ajuda do exército aqui com a ponte e com os botes também já atravessamos uma vez semana passada. Infelizmente temos que estar passando por isso, mas temos que ter força, fé em Deus, reconstruir e bola para frente”, comentou outro morador em vídeo publicado nas redes sociais do 5º Batalhão.

“A catástrofe foi horrível, mas a gente tem a possibilidade de conseguir atravessar em segurança. Apesar de todo o pavor, estamos em segurança. É difícil, mas é um trabalho muito bem feito”, declarou outra moradora.

A passadeira construída pelos militares é, na verdade, uma técnica usada em combate, que permite que a tropa atravesse rios. “Mas aqui a guerra é reconectar as comunidades irmãs afetadas pelas enchentes”, comenta uma representante do Batalhão.

Portal RBV nas redes sociais

YouTube

Facebook

Instagram

TikTok

Participe do grupo no Whatsapp do Portal RBV e receba as principais notícias da nossa região.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Últimas Notícias

Caçadorense vai disputar corrida de 100 km

O caçadorense Laurindo Nunes Neto, 31 anos, segue focado...

Caçador recebe lideranças de São Bento do Sul e de Rio Negrinho

Dia 11 de julho, a cidade de Caçador recebeu...

Criação de gado é alvo de investigação em Matos Costa

Uma criação de gado foi alvo de investigação em...

Vendas do comércio em SC cresceram em maio, aponta pesquisa

As vendas do comércio em Santa Catarina cresceram em...

RBV Notícias – 11/07/2024 – Edição 1074

Marcas famosas de pão de forma podem levar...

Mais Lidas da semana

Carreta com toras tomba e deixa cinco feridos na SC-350

Em Lebon Régis, uma carreta com toras tombou e...

Feto é encontrado em banheiro em Caçador

Um feto foi encontrado no banheiro da Rodoviária de...

Polícia investiga e nega que feto tenha sido encontrado em Caçador

Denúncias informaram que um feto havia sido encontrado em...

Bebê de 16 dias morre em acidente de trânsito

Um bebê de 16 dias morreu em acidente de...

Jovem com “a pior dor do mundo” faz vakinha para fazer eutanásia

Uma jovem brasileira está promovendo uma vakinha virtual para...

Outros Tópicos Interessantes