FIESC e SIMCA vão lançar Tratado para Excelência da Indústria Madeireira

A Regional Centro-Norte da FIESC e o Sindicato da Indústria da Madeira de Caçador (SIMCA) vão realizar dia 3 de março o lançamento do Tratado para Excelência da Indústria Madeireira (TEM). Trata-se de um grande movimento que vai atuar para contribuir com o desenvolvimento do segmento. Num primeiro momento, o tratado terá três pilares de atuação: elevação da escolaridade básica, qualificação profissional e fortalecimento da indústria madeireira.
O evento contará também com o lançamento da 2ª onda da Campanha de Valorização do setor da madeira, que tem como objetivo mostrar a força do segmento para o município de Caçador.
O setor madeireiro é destaque no que diz respeito à empregabilidade no município de Caçador. De 25.473 mil trabalhadores formais, 13.398 mil são trabalhadores da indústria, e destes, metade, ou seja, 6.471 trabalham diretamente no ramo da madeira. O setor de base florestal representa 26,74% do PIB industrial de Santa Catarina e 45,41% do PIB industrial do município de Caçador. É o 2º que mais exporta em SC (US$ 1,8 bi) e o 1º em Caçador (US$278,56 mi).
O 1º vice-presidente da FIESC Gilberto Seleme destaca que o lançamento do Tratado para a Excelência da Indústria Madeireira será um marco para o segmento.
De acordo com Daniel Tenconi, gerente executivo SESI, SENAI e IEL, o Tratado conta com parceria com a Prefeitura de Caçador na oferta de turmas Iniciação Profissional, Educação de Jovens e Adultos Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos Profissionalizante (que é o Ensino Médio concomitante com qualificação de operador de máquinas para processos de industrialização da madeira).
O vice-presidente regional Leonir Tesser explica que em 2018 as empresas do setor madeireiro de Caçador manifestaram a necessidade de desenvolvimento profissional de seus trabalhadores por meio da formação técnica. “Daí surgiu o mapeamento das competências para o 1º curso técnico da madeira no Brasil. Em fevereiro de 2019 a FIESC, por meio do SENAI de Caçador, iniciou a primeira turma de Técnico em Processamento da Madeira no modelo de oferta Técnico Indústria. Hoje, já totalizam 39 alunos que passaram pelo SENAI de Caçador e são Técnicos da Madeira. Além disso, a unidade conta com mais duas turmas acontecendo, com previsão de início de mais uma turma em março deste ano”, relata.
“O movimento da madeira teve início em 2019. Tudo começou por meio de escuta nas empresas do setor para definir estratégicas para o seu desenvolvimento”, completa Aurélio De Bortolo, presidente do SIMCA.

Foto: Assessoria de imprensa

Fonte: Assessoria de imprensa

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias