Menu

Granizo e as chuvas atrapalharam as safras de frutas na região

Frutas da região foram impactadas diretamente pelas mudanças climáticas

Fonte:
Ernesto Júnior | Portal RBV

O granizo e as chuvas atrapalharam as safras de frutas na região. Uva, maçã e frutas de caroço, que tinham expectativa de boa safra em 2023, acabaram retrocedendo em todo o Meio-Oeste catarinense. Durante a edição desta terça-feira, 13, o Videira Notícias recebeu o pesquisador Everlan Fagundes para tratar sobre o tema.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA NOTÍCIAS

“A gente começou o ano com uma expectativa boa de produção. A uva se apresentava ótima, a maçã a gente já via sinais de baixa somatória de frio. […] Já a fruta de caroço, pêssego, ameixa, nós teríamos uma safra ótima, se não fosse principalmente o granizo”.  

Segundo Fagundes, a falta de um frio mais intenso em 2023 fez com que a safra de maçã fosse prejudicada. A Terra da Maçã, Fraiburgo, registra inúmeros pomares com frutas com tamanhos muito menores do que os consumidores estão acostumados.

Veja também

Pesquisadores italianos conhecem o cultivo da maçã na Epagri de Caçador

Santa Catarina lança Programa Terra Boa 2024

Santa Catarina é destaque na qualidade e sanidade das macieiras

Os impactos não foram sentidos apenas pela presença do granizo e pela falta do frio. A alta intensidade das chuvas em toda a região também trouxe problemas para as produções. O pesquisador lembra que a maçã foi impactada diretamente pelas chuvas, que trouxeram a presença de doenças, como a mancha da gala. “A gente viu nesse ano uma incidência e uma severidade dessas doenças que em poucos anos é vista. Dessa forma, o nosso rendimento para todas as culturas, destacando a uva como a mais prejudicada”, afirmou.  

Com as colheitas de uva e frutas de caroço concluídas e a de maçã realizada, os olhares se voltam agora para o cultivo da safra 2024/2025. Fagundes destaca que o míldio deve se manter presente nos parreirais durante este ano. “A gente vê em todas as parreiras aquelas folhas queimadas que são o resultado do tratamento de cura do míldio, mas ele permanece lá”.  Os pesquisadores devem manter os cuidados e a atenção durante o ano de 2024, para que a colheita no próximo ano ocorra da melhor forma. 

Portal RBV nas redes sociais

YouTube

Facebook

Instagram

TikTok

Participe do grupo no Whatsapp do Portal RBV e receba as principais notícias da nossa região.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Outros Tópicos Interessantes

Últimas Notícias

Município e estado voltarão a constar nas placas veiculares

A Comissão de Constituição e Justiça aprovou o projeto...

Identificadas as vítimas do carro envolvido no acidente na BR-282

Foram identificadas as vítimas do carro envolvido no acidente...

Drogas são apreendidas no Parque do Rio do Peixe em Videira

A guarnição da ROCAM (Rondas Ostensivas com Apoio de...

Irani e Daniela Tombini compartilham as melhores práticas de gestão

O Núcleo de Gestão pela Excelência da Associação Empresarial...

Previsão do Tempo: Santa Catarina com onda de calor

A previsão do tempo para Santa Catarina nesta sexta-feira...

Mais Lidas da semana

Divisa entre Paraná e Santa Catarina é redefinida

Após uma série de estudos, técnicos da Diretoria de...

Morador de Videira que estava desaparecido é localizado

O jovem de 27 anos, morador de Videira, que...

Identificadas vítimas que morreram esmagadas por contêiner

Foram identificadas as duas vítimas fatais do acidente de...

Acidente na SC 135, em Pinheiro Preto, deixa vítimas

Na manhã desta sexta-feira (07), por volta das 08h00,...

Duas pessoas morrem após contêiner tombar em cima de carro

Um homem e uma mulher morreram em um acidente...
Publicidade