Rádios RBV

Menu

Homem é condenado por abuso sexual da enteada e da sobrinha

Ex-agente de segurança, foi condenado a 47 anos e quatro meses de reclusão em regime fechado. Não podendo recorrer em liberdade

Fonte:
Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC - Correspondente regional em Lages

Uma adolescente desesperada procura a psicóloga da escola para pedir ajuda. Há mais de três anos, ela é abusada sexualmente pelo padrasto. O Conselho Tutelar é acionado e faz a escuta especializada da vítima. As investigações revelam que o homem armazena imagens íntimas dela no celular e que também abusou da sobrinha menor de 14 anos. Denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) homem foi condenado por abuso sexual da enteada e da sobrinha e vai para a prisão.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA NOTÍCIAS

O caso aconteceu na Comarca de Joaçaba, no Meio-Oeste catarinense. O homem, um ex-agente de segurança, foi condenado a 47 anos e quatro meses de reclusão em regime fechado por três crimes:

- Publicidade -
  • constranger alguém, mediante violência grave ou ameaça, a ter conjunção carnal ou praticar ato libidinoso;
  • estuprar vulnerável;
  • armazenar cena de sexo explícito ou pornografia envolvendo adolescente.

Ele não poderá recorrer em liberdade.

Veja também

Homem que matou ex em Campos Novos é condenado a 45 anos

MPSC fiscaliza comunidades terapêuticas de Campos Novos e Lages

Os abusos contra a enteada aconteceram entre 2020 e 2023. Segundo consta nos autos, o réu exercia uma forte autoridade sobre a menina e usou a superioridade física e econômica para exigir favores sexuais.

Ele invadia o quarto da vítima durante a noite para satisfazer a lascívia e instalou câmeras de segurança na casa para monitorá-la além de fazer fotos e vídeos dela nua. As ameaças e represálias faziam parte da rotina.

Anos antes, o homem ofereceu carona para a sobrinha menor de 14 anos e deu várias voltas tentando convencê-la a satisfazê-lo sexualmente. Durante o trajeto, ele passou a mão nas pernas da menina, tentou beijá-la a força e a ameaçou caso contasse o episódio a alguém, gerando grande temor na vítima.

A Promotora de Justiça Francielli Fiorin, da 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Joaçaba, exalta a coragem da enteada e o acolhimento da psicóloga.

“A adolescente vivia um contexto doméstico hostil, totalmente dominado pelo medo, mas mesmo assim pediu ajuda à psicóloga da sua unidade de ensino. A coragem da vítima e o preparo da profissional possibilitaram que aquela violência parasse e que o agressor fosse processado e agora receba a punição devida”, concluiu.

Portal RBV nas redes sociais

YouTube

Facebook

Instagram

TikTok

Participe do grupo no Whatsapp do Portal RBV e receba as principais notícias da nossa região.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Últimas Notícias

Previsão do Tempo: Santa Catarina com final de semana chuvoso e frio

A previsão do tempo para Santa Catarina neste sábado...

Enfrute retorna a Fraiburgo de 23 a 25 de julho

Faltam menos de duas semanas para o 18º Enfrute...

Falta de espaços para sepultamentos em Caçador será debatida

A Câmara Municipal de Caçador promove na próxima terça-feira...

Cigarrinha do milho é tema de evento da Comissão de Agricultura

A cigarrinha do milho foi tema de evento da...

Estado autoriza retomada do contorno viário de Rio das Antas

O governador em exercício Mauro de Nadal assinou, nesta...

Mais Lidas da semana

Carreta com toras tomba e deixa cinco feridos na SC-350

Em Lebon Régis, uma carreta com toras tombou e...

Feto é encontrado em banheiro em Caçador

Um feto foi encontrado no banheiro da Rodoviária de...

Polícia investiga e nega que feto tenha sido encontrado em Caçador

Denúncias informaram que um feto havia sido encontrado em...

Bebê de 16 dias morre em acidente de trânsito

Um bebê de 16 dias morreu em acidente de...

Homem é preso suspeito de estupro em Caçador

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção...

Outros Tópicos Interessantes