Lançado livro sobre a formação urbana de Curitibanos

Obra é de autoria de Paulo Cesar Zanoncini Lins e conta as transformações urbanas do município de 150 anos

O professor, historiador e escritor Paulo Cesar Zanoncini Lins lançou na última sexta-feira, 25, o livro “A Formação Urbana de Curitibanos”. O evento de lançamento da obra aconteceu no Café Cenário, em Curitibanos, onde o autor promoveu uma sessão de autógrafos e fotos para autoridades e convidados.

Segundo Zanoncini, a ideia de fazer uma publicação sobre a formação urbana de Curitibanos surgiu no curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade do Contestado (UnC) em uma conversa com o arquiteto e urbanista Newton Marçal Santos. “Percebemos que a uma cidade prestes a completar 150 anos, 12º município catarinense, não tinha nenhum estudo sobre as causas de sua expansão urbana. Isso nos motivou a iniciar a pesquisa”.

O projeto foi inscrito na Lei Rouanet e aprovado em 2017, quando teve início da pesquisa. Em 2019, um patrocínio da empresa Berneck S/A possibilitou a elaboração do livro de fato. A obra conta com 200 páginas fartamente ilustradas com fotos antigas e mapas. “O conteúdo foi elaborado especialmente para a publicação, que aborda as transformações urbanas de Curitibanos do período entre 1851 e 1969, na sua forma e na sua paisagem”, acrescenta o autor.

Além dos 1000 exemplares doados para instituições culturais e e bibliotecas de Santa Catarina, o livro também pode ser conferido gratuitamente na internet. O endereço é www.curitibanos150anos.com.br.

Ainda de acordo com Paulo, a pesquisa que resultou no livro deve ter continuidade. “Está em desenvolvimento um projeto para completar o estudo analisando as transformações ocorridas nos últimos 60 anos, o impacto dos Planos Diretores no traçado urbano, o processo de verticalização e a influência do curso de Arquitetura e Urbanismo na paisagem contemporânea curitibanense”, finaliza Paulo.

O arquiteto e urbanista Newton Marçal Santos, um dos entusiastas do livro e colaborador da pesquisa, ressalta a importância da obra. “Trata-se de um relevante e inédito registro histórico da evolução de uma cidade que iniciou sua povoação ainda no Brasil Império. O autor está de parabéns, assim como todos que colaboraram com o trabalho, que fica agora de forma oficial para essa e as futuras gerações”.

Para a secretária de Educação de Curitibanos, Patrícia Maciel Bastos, também parabenizou o autor. “É uma obra rica em informações e conteúdo que reforça nosso trabalho pedagógico sobre a história de Curitibanos. Vai ser de grande utilidade para o acervo das bibliotecas e museu do município”, disse.

O coordenador administrativo da Berneck, José Wolni de Souza, enaltece a obra que segundo ele proporciona conhecimento e eleva a autoestima da população de Curitibanos. “A arquitetura de uma cidade ajuda a contar a história de um povo. Por isso a iniciativa do livro é louvável e a Berneck se sente honrada em patrocinar ações culturais, educacionais e esportivas nas regiões onde a empresa atua”.

Foto: Murilo Roso/RBV Notícias

Fonte: Murilo Roso/RBV Notícias

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias