Motociclista fica gravemente ferido em acidente em Capinzal

Por volta das 21h30min a guarnição PM foi acionada via Copom para deslocar-se até o Acesso Cidade Alta, Loteamento Verde Vale, em Capinzal, para atender ocorrência de acidente de trânsito com vítima. Chegando ao local do fato, a guarnição encontrou a motocicleta HONDA/CG 125 FAN danificada, com algumas avarias, restando danificada a parte frontal da motocicleta, no local não foi possível visualizar marcas de frenagem na via.

Ainda no local do fato, foi possível localizar pedaços de plástico possivelmente oriundos de um parachoque de um veículo. Ademais, em meio aos pedaços da motocicleta espalhados pela via, encontrava-se parte de um parachoque branco, friso cromado e uma lanterna de farol de milha. Indagado os indivíduos que estavam no estabelecimento ao lado, ninguém soube informar o ocorrido, apenas disseram ter ouvido um barulho.

Após realizar o levantamento do local e avarias da motocicleta, a guarnição PM deslocou até o Hospital Nossa Senhora das Dores no intuito de colher o depoimento do motociclista e qualificá-lo devidamente ao boletim de ocorrência, porém, foi informado pela equipe médica que o condutor da motocicleta não possuía nenhum documento e que o mesmo encontrava-se inconsciente. Além disso, a equipe médica também informou que devido a gravidade dos ferimentos, o mesmo seria transferido para o Hospital regional de Joaçaba.

Por um breve momento a guarnição PM teve acesso ao local onde encontrava-se a vítima, comparando os dados do proprietário da motocicleta com o condutor da motocicleta, concluindo-se que seja pouco provável que o motociclista seja a pessoa proprietária da motocicleta para fins de identificação, devido a comparação da foto do sistema com o envolvido.
Vale ressaltar que da possibilidade do acidente de trânsito ter ocorrido em choque com outro veículo e no local encontrava-se apenas a motocicleta HONDA/CG 125 FAN, não sendo prestado nenhum auxílio pelo outro envolvido que deixou o local.
A motocicleta HONDA/CG 125 FAN foi recolhida junto ao pátio do guincho credenciado uma vez que não compareceu ao local nenhum responsável ou parente da vítima.

Por fim, a guarnição PM realizou o levantamento fotográfico e confeccionou o boletim de ocorrência.
Diante do exposto não foi possível colher assinatura do envolvido no boletim de ocorrência.