Rádios RBV

Menu

Novo tratamento reduz em 74% o avanço de câncer raro no sangue

Um tratamento que envolve a modificação genética das células imunológicas do corpo reduziu em 74% o risco de progressão da doença em pessoas com um tipo raro de câncer no sangue, de acordo com os resultados de um estudo divulgados nesta segunda-feira (5).

ciltacabtagene autoleucel, também conhecido pelo nome comercial Carvykti, foi testado em um ensaio clínico com a participação de 419 pacientes com mieloma múltiplo que não respondiam ao tratamento com quimioterapia comumente indicado, com lenalidomida.

Embora o uso da lenalidomida “tenha se generalizado, também aumentou o número de pacientes cuja doença não responde mais ao tratamento”, disse a oncologista Oreofe Odejide na reunião anual da Sociedade Americana de Oncologia Médica, onde os resultados foram apresentados.

- Publicidade -

Carvykti “oferece resultados notavelmente eficazes em comparação com as opções atuais para os pacientes” e “pode ser usado com segurança em estágios mais precoces do tratamento”, acrescentou Odejide, que não participou deste estudo.

No ensaio clínico, metade dos pacientes recebeu Carvykti e a outra metade recebeu uma combinação de medicamentos frequentemente prescritos atualmente, incluindo quimioterapia e esteroides.

“Após um acompanhamento médio de 16 meses, os pesquisadores descobriram que o ciltacabtagene autoleucel reduziu o risco de progressão da doença em 74% em comparação com os tratamentos padrão”, segundo um comunicado.

Câncer raro

O mieloma múltiplo é um câncer sanguíneo que afeta um tipo de glóbulos brancos chamados células plasmáticas ou plasmócitos, e pode causar danos progressivos nos ossos, rins e sistema imunológico.

A doença afeta sete em cada 100.000 pessoas todo ano, de acordo com a Clínica Cleveland. O risco aumenta com a idade e tem maior incidência em homens e pessoas negras.

Atualmente não há cura para o mieloma múltiplo, embora seu avanço possa ser retardado ou interrompido por um longo tempo.

Como o tratamento respondeu?

O novo tratamento envolve a extração das células T com receptor de antígeno quimérico (CAR) do paciente e sua modificação genética em laboratório para que adquiram proteínas específicas chamadas receptores, capazes de buscar e destruir as células cancerosas.

Durante o ensaio clínico, o número de eventos adversos graves ou potencialmente fatais foi ligeiramente maior no grupo que recebeu Carvykti do que no outro (97% contra 94%). Além disso, três quartos dos participantes tiveram uma reação imunológica excessiva e cerca de 5% apresentaram síndrome de neurotoxicidade.

Os pesquisadores continuarão acompanhando todos esses pacientes para determinar os efeitos a longo prazo e o impacto desses tratamentos na qualidade de vida. O teste clínico foi financiado pela Janssen Research & Development e pela Legend Biotech USA.

Participe do grupo no Whatsapp do Portal RBV e receba as principais notícias da nossa região.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Últimas Notícias

Previsão do Tempo: Santa Catarina com melhorias no tempo

A previsão do tempo para Santa Catarina nesta quarta-feira (19)...

Agricultor colhe pinhas gigantes em Videira

No interior do município de Videira, na comunidade de...

Pastoral da Pessoa Idosa em Caçador realiza trabalho voltado ao bem-estar

No dia 15 de junho foi comemorado o Dia...

Tratamento correto de resíduos sólidos é um tema importante

O tratamento correto de resíduos sólidos é um tema...

Vagões do trem em Caçador recebem a Exposição Caras Catarinas

O município de Caçador está recebendo a Exposição Caras...

Mais Lidas da semana

Carro de Caçador é atingido por carreta e fica prensado na BR-116

Um acidente de trânsito de grandes proporções mobilizou os...

Pessoas ficam feridas após engavetamento em trevo de Videira

Um engavetamento envolvento três veículos deixou pessoas feridas na...

Morador de Rio das Antas está desaparecido

Um morador de Rio das Antas está desaparecido desde...

Vítima de acidente entre Monte Carlo e Fraiburgo segue em estado grave

O jovem Winícius Matheus Moreira, 24 anos, vítima de...

Acidente na Marginal Sul em Videira deixa mulher ferida

Na manhã desta sexta-feira (14), um acidente na Marginal...

Outros Tópicos Interessantes