Rádios RBV

Menu

Entenda os motivos e as consequências do aumento dos combustíveis

A Petrobras anunciou na terça-feira (15) um aumento nos preços da gasolina e também do diesel para as distribuidoras

Fonte:
Ernesto Júnior - RBV Noticias com informações G1

O aumento da gasolina e do Diesel, apresentado pela Petrobras, que já entrou em vigor na quarta, 16, trouxe inúmeros porquês para a população brasileira. Conforme as informações da empresa, o litro da gasolina teve um aumento de R$ 0,41, chegando a R$ 2,93. Já o diesel, subiria R$ 0,78, passando a R$ 3,80.

Em nota, a Petrobras destaca que o “o valor efetivamente cobrado ao consumidor final no posto é afetado também por outros fatores como impostos, mistura de biocombustíveis e margens de lucro da distribuição e da revenda”.

Apesar das altas, a companhia diz que até aqui, em 2023, a variação acumulada nos preços dos combustíveis apresenta uma redução de R$ 0,15 por litro para a gasolina e de R$ 0,69 por litro para o diesel.

- Publicidade -

Para o economista Luis Carlos Bondicz, a forma e a política de preços adotadas pela empresa no início deste ano tornaram-se instáveis e impossíveis nesse último aumento. “Não tinha como a Petrobras continuar mantendo a sua política, que foi modificada desde o mês de maio para cá”.

Bondicz poderá ainda que se não fosse feito este pequeno ajuste, haveria um possível risco de desabastecimento de combustíveis em todo o território brasileiro.

No município de Caçador, a repórter Rita Martini, conversou com o proprietário de um posto de gasolina. Rodrigo Lisco, afirmou que os consumidores foram pegos de surpresa. Ele afirma ainda que não há a necessidade de que os consumidores corram para as bombas.

Veja a nota da Petrobras

A partir de amanhã (16/08), a Petrobras aumentará em R$ 0,41 por litro o seu preço médio de venda de gasolina A para as distribuidoras, que passará a ser de R$ 2,93 por litro. Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor será, em média, R$ 2,14 a cada litro vendido na bomba.

No ano, a variação acumulada do preço de venda de gasolina A da Petrobras para as distribuidoras é uma redução de R$ 0,15 por litro.

Para o diesel, a Petrobras aumentará em R$ 0,78 por litro o seu preço médio de venda de diesel A para as distribuidoras, que passará a ser de R$ 3,80 por litro. Considerando a mistura obrigatória de 88% de diesel A e 12% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor será, em média, R$ 3,34 a cada litro vendido na bomba.

No ano, a variação acumulada do preço de venda de diesel A da Petrobras para as distribuidoras é uma redução de R$ 0,69 por litro.

Destaca-se que o valor efetivamente cobrado ao consumidor final no posto é afetado também por outros fatores como impostos, mistura de biocombustíveis e margens de lucro da distribuição e da revenda.

Importante esclarecer que a implementação da estratégia comercial, em substituição à política de preços anterior, incorporou parâmetros que refletem as melhores condições de refino e logística da Petrobras na sua precificação. Em um primeiro momento, isso permitiu que a empresa reduzisse seus preços de gasolina e diesel e, nas últimas semanas, mitigasse os efeitos da volatilidade e da alta abrupta dos preços externos, propiciando período de estabilidade de preços aos seus clientes.

No entanto, a consolidação dos preços de petróleo em outro patamar, e estando a Petrobras no limite da sua otimização operacional, incluindo a realização de importações complementares, torna necessário realizar ajustes de preços para ambos os combustíveis, dentro dos parâmetros da estratégia comercial, visando reequilíbrio com o mercado e com os valores marginais para a Petrobras.

Ciente da importância de seus produtos para a sociedade brasileira, a companhia reitera que na formação de seus preços busca evitar o repasse da volatilidade conjuntural do mercado internacional e da taxa de câmbio, ao passo que preserva um ambiente competitivo salutar nos termos da legislação vigente.

Acompanhe a reportagem completa.

Participe do grupo no Whatsapp do Portal RBV e receba as principais notícias da nossa região.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Últimas Notícias

Suspeito de matar namorada grávida em Videira é denunciado

Um crime hediondo cometido em 5 de abril deste...

Cigarro eletrônico tornou-se um dos problemas do século XXI

O cigarro eletrônico tornou-se um dos problemas do século...

Previsão do Tempo: Santa Catarina com predomínio do sol

A previsão do tempo para Santa Catarina nesta quarta-feira...

Tempo seco e frio demanda mais cuidados com a pele e cabelos

O tempo seco e frio demanda mais atenção e...

Justiça determina exumação para confirmar que filhos sepultaram o corpo da mãe

A Justiça determinou exumação para confirmar que filhos sepultaram...

Mais Lidas da semana

Caminhão capota e colide em pinheiro na SC-355

Um caminhão caçamba capotou e colidiu em um pinheiro...

Aposta de Caçador fatura R$ 91 mil na Mega Sena

Uma aposta realizada em Caçador faturou R$ 91 mil...

Acidente de trânsito em Videira deixa danos materiais

Na manhã desta terça-feira (04), por volta das 06h...

Morre vítima de acidente ocorrido no domingo (02) na SC-355

Na manhã da segunda-feira (03), morreu a vítima de...

Morre idosa que ficou ferida após van da saúde tombar na SC-135

Na tarde da quinta-feira (30) morreu a idosa que...

Outros Tópicos Interessantes