Polícia Civil vai investigar acidente com quatro vítimas fatais em Caçador

Caso é tratado como homicídio culposo na direção de veículo automotor. Delegado aguarda laudos e vai ouvir testemunhas durante a semana

A Polícia Civil vai instaurar inquérito para investigar as circunstâncias do acidente com quatro vítimas fatais na SC 350 em Caçador. A informação é do delegado plantonista, Adriano Delfino Moreira, que trata o caso como homicídio culposo na direção de veículo automotor.

Segundo o delegado, as primeiras medidas foram tomadas ainda na tarde de sábado, 26, logo após o acidente. “A Polícia Civil esteve no local, assim como a polícia científica. Vamos aguardar os laudos periciais e ouvir as testemunhas durante a semana, inclusive os que estão internados no hospital”, informou.

De acordo com Moreira, o motorista da Fiat Toro se negou a fazer o teste do bafômetro. Ele tem 42 anos e segue internado no hospital. No interior da caminhonete havia latas de cerveja.

“É um caso bem complexo. Tem informações circulando, mas nada oficial que podemos afirmar ainda. Precisamos fazer o procedimento com bastante cautela, ouvir as partes e o máximo de testemunhas, para entender a dinâmica dos fatos e aí sim se for o caso apontar possíveis responsabilidades”, acrescentou o delegado.

O inquérito policial do acidente pode levar de 30 a 60 dias para ser concluído.

Familiar viu o acidente e ajudou a retirar vítimas

Uma das testemunhas que serão ouvidas é um familiar das vítimas que viajava em outro carro logo atrás e viu o acidente. Com a ajuda de populares, ele retirou os ocupantes do Prisma na tentativa de socorrê-los, inclusive os dois que já estavam em óbito.

O acidente

Segundo as testemunhas, o motorista da Fiat Toro foi o causador da tragédia. Ele estaria no acostamento da rodovia e fez uma manobra de retorno sobre a pista.

O Prisma bateu em cheio na lateral da Toro. A caminhonete ainda capotou na rodovia e ficou com as rodas para cima. Havia latas de cerveja no interior no interior do veículo, mas o motorista teria recusado o bafômetro.

Vítimas fatais

Elisson Vicente Santiago, 35 anos, morador de Itajaí – morreu na hora

Rose Candido, 50 anos, moradora de Itajaí – morreu na hora

Eliza Gabrielly Santiago, 5 anos, moradora de Itajaí – morreu no hospital

Márcio Duarte Prado, 45 anos, morador do bairro Martello em Caçador – morreu no hospital

Vítimas internadas

Ingrid Candido Santiago, 22 anos – fratura de fêmur, fraturas na face e ferimentos diversos – internada na UTI do hospital Maicé em Caçador

Davi Santiago, 3 anos, fratura no braço, internado no hospital Maicé em Caçador

Arthur, 6 anos, ferimentos diversos em estado grave, transferido para o hospital de Chapecó

Foto: Rádio Caçanjurê

Fonte: Rádio Caçanjurê

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Últimas Notícias