85 mil catarinenses ainda não retornaram para tomar segunda dose da vacina contra Covid-19

A maioria dos faltosos são pessoas que tomaram a vacina Coronavac

Um novo levantamento da Diretoria Estadual de Vigilância Epidemiológica (Dive), com dados desta segunda-feira (12), aponta que mais de 85 mil catarinenses ainda não retornaram para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 e, portanto, não concluíram a imunização.

São ao todo 85.629 doses em aberto – 25% a mais do que no último levantamento, do dia 29 de junho. A maioria dos faltosos são pessoas que tomaram a vacina Coronavac: 47.026 deixaram de retornar ao posto de saúde. Outras 38.603 não tomaram a segunda dose da AstraZeneca quando deveriam.

Não há dados sobre a Pfizer porque as primeiras doses foram recebidas em maio, e a segunda dose, para quem recebeu essa vacina, só vence a partir de agosto.

A abstenção da segunda dose preocupa a Secretaria de Estado da Saúde, porque a vacinação incompleta não garante proteção total contra a Covid-19. É fundamental retornar para finalizar o ciclo de imunização.

O prazo para segunda dose da Coronavac é de 28 dias. Para a Pfizer, de 12 semanas. O Estado reduziu o período de segunda dose da AstraZeneca para 10 semanas – a medida foi tomada por vários estados no país, em resposta ao risco de circulação da variante Delta, considerada mais transmissível.