Bebê que sofreu agressões tem morte cerebral confirmada

Dois dias depois de ser transferido de Caçador para Florianópolis, Josiel não resistiu

Foi confirmada na tarde desta quarta-feira, 20, a morte cerebral de Josiel Rojas, o bebê de três meses que sofreu agressões em Caçador. O menino está no hospital Joana de Gusmão, em Florianópolis, acompanhado pela mãe, a venezuelana Maria Rojas, e outros familiares que comunicaram a triste notícia.

Josiel foi internado na segunda-feira, 18, após dar entrada no hospital Maicé em Caçador. O bebê apresentava lesões no cérebro, nas costas, na face e em outras partes do corpo, além de parada cardiorrespiratória.

No dia seguinte ele foi transferido para o Hospital Joana de Gusmão, em Florianópolis, onde permaneceu na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas desde o início os médicos afirmavam que apenas um milagre salvaria a vida de Josiel.

Os cuidadores do menino, contratados pela família, um homem de 22 anos e uma mulher de 19 anos, foram presos em flagrante pela Polícia Civil de Caçador. Em audiência de custódia nesta terça-feira, o Poder Judiciário converteu a prisão em preventiva.

Sendo assim, o homem permanece no Presidio Masculino de Caçador e a mulher continua no Presidio Feminino de Chapecó. Ambos estão à disposição da Justiça.

Fonte: RBV Notícias
Foto: Arquivo da família