Calor, pouca chuva e granizo: como será a primavera em SC

Estação inicia nesta quarta-feira (22) a partir das 16h21.

Depois de um inverno com dias gelados, a primavera chega oficialmente nesta quarta-feira (22) em Santa Catarina. A mudança de estação ocorre a partir das 16h21, segundo a Epagri/Ciram, com previsão de clima quente e pouca chuva em algumas regiões do Estado, além de chances de granizo.

Durante três meses, ocorre no Hemisfério Sul o equinócio de Primavera, que é quando o dia e a noite têm a mesma duração de horas. Isso acontece porque os dois hemisférios da Terra encontram-se igualmente iluminados pelo sol. Depois disso, os dias começam a ser mais longos do que as noites.

De acordo com a Epagri/Ciram, diferente de outros anos, quando esta é uma das estações mais chuvosas, a previsão é de que o fenômeno ocorra abaixo da média, pelo menos no Oeste e Meio-Oeste. Ou seja, nas duas regiões a tendência é que o tempo permaneça mais seco, assim como foi no inverno, devido à influência do fenômeno La Niña.

Além disso, nas regiões, a temperatura também deve ficar acima da média climatológica. Já do Planalto ao Litoral, deve ter chuva e temperatura mais próxima da média climatológica.

A Epagri/Ciram alerta, ainda, que nessa época do ano é comum a presença de temporais com granizo e ventania. As regiões mais propensas a serem atingidas são do Planalto ao Litoral, apesar da condição não ser descartada nas outras regiões.

Nesta terça-feira (21), a Epagri/Ciram também divulgou um levantamento de como foi o inverno em Santa Catarina. Segundo o órgão, faltou chuva no Estado, principalmente entre os meses de julho e agosto, nas regiões do Oeste e Meio-Oeste.

O motivo para isso foram bloqueios atmosféricos nos oceanos Pacífico e Atlântico, que mantiveram massas de ar seco em Santa Catarina. Já as frentes frias, principais causadoras de chuva durante o inverno, ficaram concentradas no Litoral.

Em contrapartida, houve várias ocasiões de frio intenso no Estado, principalmente com a chegada de massas de ar de origem polar. De acordo com a Epagri/Ciram, a mais intensa, que é considerada histórica, ocorreu entre os dias 28 de julho a 4 de agosto, com o registro de neve em ao menos 23 cidades catarinenses.

Além disso, no dia 29 de julho, foi registrada a menor temperatura do ano no Estado: -8,6°C em Bom Jardim da Serra.

Depois da presença de tornados e de chuva de granizo nos últimos dias, a primavera também chega em Santa Catarina com o alerta para o risco de alagamentos na região costeira entre esta quarta (22) e quinta-feira (23). O pico da maré, segundo a Defesa Civil, pode chegar a 181 cm em algumas cidades.

Os alagamentos devem ocorrer devido a elevação do nível da maré e a presença de ventos no quadrante sul após a passagem de uma frente fria pelo Estado. Além disso, a presença de um ciclone extratropical no oceano também causa a agitação martíma na região.

Por conta disso, há o alerta de risco alto para ao menos dez cidades, do Litoral Norte ao Sul de Santa Catarina. A previsão é que alta da maré ocorra durante a tarde desta quarta e a madrugada de quinta-feira.

Além disso, para esta quarta, há chances de mar agitado, com ondas de até 2 metros, de acordo com a Epagri/Ciram. Já o tempo deve ser ensolarado em grande parte das regiões.

 

 

Com informações de NSC