Polícia Civil efetua prisões por tráfico de drogas e associação para o tráfico em Ibiam

Foi apreendida cocaína, petrechos para embalar as drogas e balança, além dos celulares dos suspeitos.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Tangará, nesta quinta-feira (29) deu cumprimento ao mandado de busca e apreensão em desfavor de dois indivíduos que realizam crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico no município de Ibiam.

Segundo o Delegado de Polícia, Eduardo Defaveri, a investigação teria sido iniciada em maio deste ano e, desde então, diligências preliminares foram realizadas com intuito de obter informações acerca da traficância.

Com a certeza da prática do crime, os Agentes de Autoridade realizaram minucioso relatório de investigação, trazendo todos os detalhes a respeito da forma pela qual o crime era realizado e a quantidade de indivíduos diretamente relacionados ao fato. O Delegado de Polícia então representou pela medida de busca domiciliar e, nesta tarde, foi dado o efetivo cumprimento ao mandado.

Na residência, foi apreendida cocaína, petrechos para embalar as drogas e balança, além dos celulares dos suspeitos, os quais já havia autorização para pronto acesso pelo Poder Judiciário.

Posteriormente, os indivíduos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia, onde houve a lavratura do auto de prisão em flagrante dos autores, em seguida seguiram para a Unidade Prisional Avançada de Videira para prisão e procedimentos de praxe.

Mais uma vez, O Delegado Eduardo Defaveri ressalta a importância da Polícia Civil no combate à criminalidade complexa, que ultrapassa o momento flagrancial.

A investigação criminal, como regra, é realizada pela Polícia Civil e busca elucidar fatos criminosos como tráfico de drogas, roubos a banco, extorsões mediante sequestro, homicídios, latrocínios, estupros, corrupção, dentre outros.

No entanto, a Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, representada pelos policiais civis, vem sofrendo medidas injustas por parte do Governo do Estado, por NÃO CONSIDERAR A ATIVIDADE EXERCIDA COMO DE RISCO.

Nesse sentido, ressaltam que a população precisa apoiar a instituição, que exerce um papel praticamente exclusivo, no tocante à investigação criminal. A quem interessa enfraquecer a Polícia Civil?