Informação é aqui!

As dificuldades dos canhotos em um mundo feito para os destros

Desde 1992, no dia 13 de agosto, o Dia Internacional do Canhoto é comemorado em todo o planeta

Desde 1992, no dia 13 de agosto, o Dia Internacional do Canhoto é comemorado em todo o planeta, não apenas numa tentativa de ampliar a aceitação, mas também para relembrar os desafios em um mundo que ainda é feito para os 90% de destros da população humana.

Desde 1992, no dia 13 de agosto, o Dia Internacional do Canhoto é comemorado em todo o planeta, não apenas numa tentativa de ampliar a aceitação, mas também para relembrar os desafios em um mundo que ainda é feito para os 90% de destros da população humana.

Ser canhoto as vezes é encontrar desafios, começando pelo acesso a educação. As carteiras, por exemplo, em sua maioria são para destros, o que pode até desconforto na coluna de um canhoto. Cortar um papel, escrever em um caderno de molas e ficar com as mão suja de tinta,  escrever em um quadro negro e ir apagando com o punho e até ter dificuldade para usar o mouse do computador. São muitas as dificuldades que os canhotos encontram.

O que sabemos é que apenas cerca de 10% da população mundial é canhota — e que não há uma divisão igual entre os sexos. Cerca de 12% dos homens são canhotos, em comparação com 8% das mulheres. O supervisor comercial, Alechandre Feliphe Friebel, fala que encontra desafios no dia a dia e que a vida de um canhoto é se adaptar ao mundo dos destros.

O terapeuta, Paulo Danielci, fala que a lateralidade, ou seja, com qual mão vai escrever, comer, vestir-se, dentre outras habilidades, é uma definição fisiológica natural que é formada até os seis anos e aos poucos a criança vai se adaptando.

Acompanhe a matéria completa  também no portal RBV NOTÍCIAS.

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.