Informação é aqui!

SC registra queda no número de casos ativos da Covid-19

Números foram divulgados pelo governo de Santa Catarina no início da noite deste domingo (17)
Santa Catarina registrou queda nos casos ativos da Covid-19 neste domingo (17). São 163 casos a menos, com um total de 6.303 ainda em todo o Estado. Além disso, foram registradas três mortes nas últimas 24 horas.
Foram registrados mais 487 casos da doença. Já a estimativa de recuperados aumentou: 647. Esses dados resultam nesta redução de 163 no número de casos ativos.Desde o início da pandemia em março de 2020, Santa Catarina registrou 1.205.855 casos da doença respiratória. Destes, 1.180.060 estão recuperados.
A Covid-19 causou 19.492 mortes no Estado desde 2020. A taxa de letalidade é de 1,62%.Cidades sem casos ativos

A estimativa do governo do Estado é que 57 municípios não tenham caso ativo algum. Atualmente, a regional de saúde com mais casos ativos proporcionalmente à população é a de Xanxerê, com 127 para cada 100 mil habitantes.
Na sequência, aparecem Foz do Rio Itajaí (111) e Grande Florianópolis (110). As que menos têm são Alto Vale do Rio do Peixe (40), Meio-Oeste (46) e Carbonífera (58).

Leitos de UTI

A taxa de ocupação dos leitos de UTI Adulto pelo SUS (Sistema Único de Saúde) em Santa Catarina é de 62,6%. Isso significa que, dos 1.376 leitos existentes no estado para adultos, 861 estão ocupados, sendo 309 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus.
Mapa de risco

O governo de Santa Catarina divulgou neste sábado (16) a nova Matriz de Risco Potencial de Santa Catarina para a Covid-19. Pela segunda semana consecutiva, o Estado não apresentou nenhuma região em risco gravíssimo – cor vermelha – ou grave – cor laranja.
O Mapa apresenta 14 regiões como risco potencial alto – cor amarela – e três como risco potencial moderado – cor azul. As mudanças relacionadas aos índices do coronavírus seguem acontecendo em todas as regiões. O Alto Vale do Itajaí, que estava classificado como alto risco, passou a ser considerado como moderado nesta semana.

O Alto Uruguai catarinense e o Alto Vale do Rio do Peixe também estão classificados como alto risco. Enquanto isso, as regiões do Vale do Itapocu e a Serra catarinense passaram de risco moderado para alto risco.
O restante das regiões em alto risco ainda são a Carbonífera, Extremo Oeste, Extremo Sul Catarinense, Foz do Rio Itajaí, Grande Florianópolis, Laguna, Médio Vale do Itajaí, Meio Oeste, Nordeste, Oeste, Planalto Norte, Serra catarinense, Vale do Itapocu e Xanxerê.

 

Fonte: ND+

Fonte: ND+
Foto: Divulgação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Share on email
Email