Rádios RBV

Menu

Dia de Campo debate o controle da vespa-da-madeira

Praga ataca plantações de pinus colocando em risco um dos mais expressivos setores econômicos de Santa Catarina

Fonte:
Redação/PortalRBV

O manejo da vespa-da-madeira foi o tema de um Dia de Campo realizado em 17 de agosto por iniciativa do Sindicato da Madeira de Caçador e Região (SIMCA), Empresa Juliana Florestal e Cidasc. Especialistas, produtores e técnicos reuniram para compartilhar experiências e estratégias para o combate da praga. De nome cientifico Sirex noctilio, este inseto é uma espécie exótica que chegou acidentalmente ao Brasil no final da década de 80, inicialmente no Rio Grande do Sul.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Cidasc, Paulo Tarcísio Domatos de Borba, a vespa-da-madeira é proveniente da chamada EuroÁsia e chegou ao Brasil provavelmente por meio de embalagens de madeira e multiplicando-se, já com incidência no Paraná e Santa Catarina, entre outras regiões produtoras de pinus, sendo este seu alimento. O inseto deposita uma espécie de fungo e também secreções na árvore, o que acaba por matar a planta.

Para evitar este mal, existe no Brasil há cerca de 30 anos um programa de controle da vespa-da-madeira, desenvolvido pela Embrapa Florestas por meio de um fundo para subsidiar pesquisas para o combate da vespa-da-madeira, já com resultados positivos com o desenvolvimento de um produto que infecta e esteriliza o inseto, impedindo sua proliferação.

- Publicidade -

Em Caçador, o trabalho de combate é continuo nos reflorestamentos das empresas. O engenheiro florestal Fernando Buscarons explica que a região é referência neste trabalho e que a vespa-da-madeira já não causa tantos estragos, porém, o monitoramento deve ser constante para manter a sanidade das florestas.

Para o presidente do Sindicato da Madeira de Caçador e região, Aurélio De Bortolo, o trabalho de controle da vespa da madeira se tornou uma cultura dentro das empresas florestais, e tem sido fundamental para o setor.

Segundo dados do Anuário Estatístico de Base Florestal, publicado em 2022, Santa Catarina tem a segunda maior área de plantio de pinus do Brasil, com 713 hectares, sendo a principal fonte de matéria prima para a indústria de madeira, móveis, papel e celulose. O setor é responsável por 20% do total de exportações do Estado, de acordo com o observatório da Fiesc.

O Brasil possui 9,5 milhões de hectares de florestas plantadas. Deste total, 1,8 milhão de hectares são reflorestamentos de pinus, sendo a matéria-prima para a indústria de papel e celulose, móveis e acessórios de madeira em geral, setor este com significativa fatia econômica em Caçador e região.

Participe do grupo no Whatsapp do Portal RBV e receba as principais notícias da nossa região.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Últimas Notícias

Rodovia SC-465, entre Macieira e Arroio Trinta, será interrompida

A rodovia SC-465, entre Macieira e Arroio Trinta, será...

Macieira entre os melhores índices de alfabetização da Amarp

Macieira celebra mais um grande feito em sua trajetória...

Caminhão de Caçador se envolve em grave acidente

Por volta das 6h50 desta terça-feira (11) o serviço...

Gás de cozinha e combustíveis mantém preços em Caçador e Fraiburgo

Em pesquisa contínua realizada pela Universidade Alto Vale do...

Caçador, Catanduvas e Concórdia garantem prêmios na Lotofácil

Apostas catarinenses chegaram perto de conquistar o prêmio acumulado...

Mais Lidas da semana

Divisa entre Paraná e Santa Catarina é redefinida

Após uma série de estudos, técnicos da Diretoria de...

Morador de Videira que estava desaparecido é localizado

O jovem de 27 anos, morador de Videira, que...

Identificadas vítimas que morreram esmagadas por contêiner

Foram identificadas as duas vítimas fatais do acidente de...

Acidente na SC 135, em Pinheiro Preto, deixa vítimas

Na manhã desta sexta-feira (07), por volta das 08h00,...

Duas pessoas morrem após contêiner tombar em cima de carro

Um homem e uma mulher morreram em um acidente...

Outros Tópicos Interessantes