Rádios RBV

Menu

Dia de Campo debate o controle da vespa-da-madeira

Praga ataca plantações de pinus colocando em risco um dos mais expressivos setores econômicos de Santa Catarina

Fonte:
Redação/PortalRBV

O manejo da vespa-da-madeira foi o tema de um Dia de Campo realizado em 17 de agosto por iniciativa do Sindicato da Madeira de Caçador e Região (SIMCA), Empresa Juliana Florestal e Cidasc. Especialistas, produtores e técnicos reuniram para compartilhar experiências e estratégias para o combate da praga. De nome cientifico Sirex noctilio, este inseto é uma espécie exótica que chegou acidentalmente ao Brasil no final da década de 80, inicialmente no Rio Grande do Sul.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Cidasc, Paulo Tarcísio Domatos de Borba, a vespa-da-madeira é proveniente da chamada EuroÁsia e chegou ao Brasil provavelmente por meio de embalagens de madeira e multiplicando-se, já com incidência no Paraná e Santa Catarina, entre outras regiões produtoras de pinus, sendo este seu alimento. O inseto deposita uma espécie de fungo e também secreções na árvore, o que acaba por matar a planta.

Para evitar este mal, existe no Brasil há cerca de 30 anos um programa de controle da vespa-da-madeira, desenvolvido pela Embrapa Florestas por meio de um fundo para subsidiar pesquisas para o combate da vespa-da-madeira, já com resultados positivos com o desenvolvimento de um produto que infecta e esteriliza o inseto, impedindo sua proliferação.

- Publicidade -

Em Caçador, o trabalho de combate é continuo nos reflorestamentos das empresas. O engenheiro florestal Fernando Buscarons explica que a região é referência neste trabalho e que a vespa-da-madeira já não causa tantos estragos, porém, o monitoramento deve ser constante para manter a sanidade das florestas.

Para o presidente do Sindicato da Madeira de Caçador e região, Aurélio De Bortolo, o trabalho de controle da vespa da madeira se tornou uma cultura dentro das empresas florestais, e tem sido fundamental para o setor.

Segundo dados do Anuário Estatístico de Base Florestal, publicado em 2022, Santa Catarina tem a segunda maior área de plantio de pinus do Brasil, com 713 hectares, sendo a principal fonte de matéria prima para a indústria de madeira, móveis, papel e celulose. O setor é responsável por 20% do total de exportações do Estado, de acordo com o observatório da Fiesc.

O Brasil possui 9,5 milhões de hectares de florestas plantadas. Deste total, 1,8 milhão de hectares são reflorestamentos de pinus, sendo a matéria-prima para a indústria de papel e celulose, móveis e acessórios de madeira em geral, setor este com significativa fatia econômica em Caçador e região.

Participe do grupo no Whatsapp do Portal RBV e receba as principais notícias da nossa região.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Últimas Notícias

Previsão do Tempo: Santa Catarina com chuva na maior parte do Estado

A previsão do tempo para esta terça-feira (27) já começa...

Time da Escola Sesi de Videira participa de festival nacional em Brasília

O Time VIDEBOTS da Escola SESI de Videira estará...

Irmãos capinzalenses estão conquistando o mundo sertanejo

Irmãos capinzalenses estão conquistando o mundo sertanejo, com músicas...

Câmara de Caçador promove duas audiências públicas nesta terça-feira

A Câmara de Caçador promove duas audiências públicas nesta...

ExpoVideira e Gastronomia: Uma Festa de Sabores e Solidariedade

Prepare-se para uma experiência gastronômica imperdível! Com a ExpoVideira...

Mais Lidas da semana

Homem é morto a tiros em Caçador

Um homem foi morto a tiros na manhã desta...

Motociclista fica gravemente ferido em acidente com três veículos

Um motociclista ficou gravemente ferido em um acidente de...

Videirense é eleita Garota Piscina Thermas Machadinho

A videirense Patricia Mpembele é a nova Garota Piscina...

Homem esconde corpo de amigo por oito dias em Curitibanos

Uma noite de bebedeira entre amigos resultou em uma...

Carreta carregada de álcool tomba perto de casas em Lebon Régis

Uma carreta carregada com álcool tombou próximo à casas...

Outros Tópicos Interessantes